Radio Atlanta

NO AR:

Marcela Braga

10:00 às 13:00

Juliette Freire reclama da solteirice após BBB21: ‘Pensei que ia pegar todo mundo’

Juliette

Campeã do Big Brother Brasil 21, Juliette Freire começa a ver um ponto negativo na vida de celebridade. A milionária revelou que já deu um beijo fora do reality show, mas esperava que sua vida amorosa fosse mais animada agora que é nacionalmente conhecida.

“Está difícil. Achei que ser famosa ia ser o máximo, porque eu ia arrasar e pegar todo mundo. Mas tá dificultando. Quando eu era anônima, pegava muito mais”, reclamou.

“Meus paqueras são um problema porque começo a paquerar e não dá tempo de concluir porque já foi, perde-se o tempo e tal. Tá um moidão (risos). Não tem como construir um negócio se não dá tempo de construir nada. Então, estou só paquerando, sem nada concreto”, continuou.

A revelação aconteceu durante coletiva de imprensa da paraibana com a C&A nesta quarta-feira (16). Virtualmente, a advogada conversou com jornalistas diretamente de João Pessoa, na Paraíba, e deu detalhes de sua parceria com a empresa: uma coleção de roupas assinada por ela.

Extrovertida, a milionária entregou que antes do BBB21 era pegadora, sim. No entanto, a fama espantou todos seus pretendentes. “Eu era, mas vou voltar. Relaxe, que vai voltar. Vou dar orgulho a vocês, minha gente. Vou representar a comunidade solteira deste país (risos). Relaxe, comigo”, disparou.

“Já beijei. Mas beijei pouco. Preciso beijar mais (risos). Gosto de homem inteligente e poético. Gosto de homens (risos)”, finalizou ao receber um aviso de sua equipe de que o evento era sobre moda.

Voltando ao tema do encontro com a imprensa, a solteira em busca de pretendentes deu detalhes de sua nova empreitada fashion. Depois de exaltar a cultura nordestina no BBB21, Juliette levará toda sua paixão por sua origem para as lojas. As peças assinadas por ela estarão à venda a partir de quarta-feira (17) e trazem símbolos de sua trajetória e, por consequência, da região.

“Essa coleção é um pedacinho de mim, como nordestina. Nosso país é tão múltiplo e rico. E, algumas vezes, acaba ficando tudo muito quadradinho, tudo muito padrão, algo mais engessado. E a gente tem tantos elementos maravilhosos. Quando eu via antes, os elementos nordestinos em várias marcas, eu ficava muito feliz. Eu estar trazendo um pedacinho de mim é felicidade e gratidão”, explicou.

“Não sou especialista em moda, me perdoem. Mas tenho uma visão própria. Mas vejo a moda como forma de comunicação do que você quer passar para os outros. Nunca imaginei tudo isso. Sai da minha casa com um sonho e volto sendo embaixadora da C&A. Estou muito feliz. Zerei a vida”, exaltou.

Brendon Araujo

Programador Musical da Rádio Atlanta

More Posts - Website